Mulher-Gato de volta às origens

Ao que parece nossa anti-heroína preferida, Selina Kyle, vai deixar de ser uma chefona da máfia e vai voltar às origens: será acusada de assassinato e voltará a ser perseguida por heróis, polícia e vilões em um novo arco que começa com o título – “Run Like Hell”  em  Catwoman #47 – que estréia agora, em dezembro, nos EUA, juntamente com a troca da equipe criativa do título.

A roteirista Genevieve Valentine e o ilustrador David Messina, atuantes desde o #35 da série, dão lugar a Frank Tieri e Inaki Miranda.

Capa de Catwoman #46 - David Messina

Tieri , roteirista veterano com experiência tanto na Marvel (Wolverine e alguns spin-offs de Arma X, Homem de Ferro) quanto DC (alguns números de Convergence, Coringa e Bandoleiro, em Novos 52)  vai assumir os quadrinhos depois de um período de mudanças para a Mulher-Gato,  Por mais de um ano, Selina esteve envolvida com a Máfia de Gotham, atuando como a mente por trás da rede de crime organizado local.

Com a alteração, Tieri propõe que ela volte “às origens”, que tenha sua essência de vilã, ladra e fugitiva resgatada:  vai sair de Gotham e, ao que tudo indica, suas novas histórias serão ambientadas em Nova York e ela ainda terá Batgirl, Batman e o vilão Crododilo, no seu encalço.

Será interessante ver Selina interagindo com Batgirl e Batman, novamente 🙂 e mulheres são GRANDES vilãs. Selina certamente é uma aposta clássica para o gênero.

Vamos esperar para ver.

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Gabriela Franco

Jornalista especializada em cultura pop, produtora, cineasta e mãe da Sophia e da Valentina

Criadora do MinasNerds.