What does the fox say? Eu gosto disso, é muito adulto!

Hoje vou falar do terceiro e último manhwa que acompanho quase que religiosamente: What does the fox say?

Aviso que este é uma história bastante explícita/gráfica, ou seja, se fosse algo no Brasil, teria um +18 GIGANTESCO na capa. Não vou colocar nenhuma imagem desse tipo aqui. Sorry, folks.

What does the fox say? é um manhwa digital publicado semanalmente no site Lezhin pelo Team Gaji. É um slice of life com bastante drama, sobre a vida de três mulheres em uma empresa de criação de games para celular e como suas vidas se interligam.

Para falar sobre a trama, preciso falar primeiro dessas três mulheres:

sumin
Sumin, a líder do time

Sung Sumin, tentando seguir em frente com a sua vida.
Sumin trabalha como gerente de equipe na empresa, onde é muito querida. Ela é séria, reservada, e com um passado que nunca cicatriza. Ainda assim, ela tenta seguir em frente, um relacionamento após o outro. O ponto engraçado é que ela é baixinha e não aparenta a idade que tem, 32, e isso gera uma certa inconvenciência para ela, no qual as pessoas não a levam a sério.

 

 

sungji2
Sungji, a novata encantadora

Ju Sungji, a nova recruta da empresa.
Jovem, linda e deslubrante. Sungji entra na empresa no início da série, e tenta ao máximo se enturmar. Por ser nova, passa muito tempo debaixo da asa de Sumin por conta de todas as suas tarefas, e as duas acabam por se envolver. Sungji é direta, e faz as melhores caretas ¬¬ para as mais variadas respostas. Ela tem um grupo de amigas que sempre pergunta quando ela terá um namorado. Elas não esperam é que um dia ela apresente A namoradA.

 

 

seju fofinha
Seju, a ex onipresente

Baek Seju, a presidente da empresa que também é a ex que não larga o osso.

Miga, não seja como essa pessoa. Esse estilo bonito, esse cabelo rosa, esse sorriso fofo, não se engane. Seju é controladora, manipuladora e só quer saber do que a satisfaz, sem ligar para o sentimento dos outros, principalmente. Empatia não é o rolê dela. Mas ainda assim, todo mundo morre de amores por ela, porque ela é de fato, maravilhosa e cheia de lábia.

 

 

 

A partir daí, vamos aos fatos:
Sungji entra na empresa, e fica no time de Sumin. Seju sempre está prestando atenção em tudo o que acontece, mas não é por ser apenas a presidente da empresa.
O que acontece é que Seju e Sumin se envolveram muito antes do início da história. Elas eram amigas na época de colegial e depois acabaram namorando, até noivando. Mas algo acontece e elas se separam (não vou dar spoiler!). A única coisa que já fica aparente desde o início da história, é que toda vez que um relacionamento de Sumin dá errado, ela aparece nos braços de Seju depois. Já Seju, no entanto, não se envolveu com ninguém mais desde então.

Selfie!
Selfie!

A história demora um pouco para você entender de fato o que tá acontecendo, pois são muitos flashbacks. Tudo o que acontece na vida de Sumin a lembra de algum momento de algum relacionamento falho dela. Ela tem muita dificuldade em lidar com todas as perdas e essas memórias ficam como fantasmas na cabeça dela. E por consequência, como ela acaba por voltar com Seju momentaneamente.

Já com o aparecimento de Sungji, fica ainda mais interessante. Ela se encanta por conhecer Sumin, e ela vai atrás sim dela. Ela quer saber, quer conhecer, quer entender Sumin. E então elas acabam por oficializar um namoro, incluindo até cena de Sungji apresentando Sumin para as amigas, o que é bem engraçado. E sempre, Seju tem suas maneiras de saber tudo o que acontece com Sumin. Acaba por ser uma história sobre quão longe você pode ir e do que você é capaz de fazer por um amor.

Há outros personagens envolvidos, como a família de Seju e amigas de Sumin. O plot é sempre mais denso e o buraco sempre mais embaixo, dando uma maior tridimensionalidade aos personagens.

E que mais?

tumblr_ny7lkdqpmB1rlcchlo1_1280
*heavy breathing intensifies*

O traço da artista é deliciosamente lindo, simples e suave. Combina perfeitamente com o clima da história. O interessante é que vira e mexe aparece no tumblr comparações de cenas e roupas de muitas artistas famosas da Coréia do Sul, então a influência da cultura pop local é bem forte.

Há uma eterna briga no fandom entre #TeamPink (quem torce pela Seju) e #TeamBlonde (quem torce pela Sungji). E não é que tem muita gente que torce pela ex onipresente? Mesmo sabendo tudo o que houve entre elas? Fica difícil defender (a autora do artigo é absolutamente parcial e não tem vergonha nenhuma de falar).

 

raposa

E qual é a desse o nome? Logo no início, Sumin dá uma raposa de pelúcia para Sungji. E ela fica olhando para a raposinha quando está sozinha em casa, como se esperasse uma resposta dela. <3

É fácil achar traduções em inglês e espanhol pela internet, e também há uma tradução oficial em inglês do próprio canal Lezhin, para quem é assinante.

 

 

Agora fiquem com as expressões maravilhosas da Sungji! XD

 

sungji-faces
Eu precisava inserir esse compilado de caras ¬¬ da Sungji em algum lugar!

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Rach Asakawa

Amazona em treinamento na ilha de Themyscira, publicadora de abobrinhas do RachAsakawa.com e co-host do podcast Cast 42. Sempre ansiosa pelos próximos capítulos de Akame ga Kill! e Tamen de Gushi.