Sibilante: o grimoirezine poético filosófico da IV Sacerdotisa

Há algumas semanas, recebi um pacotinho lindo que veio da Bahia. A remetente era Danielle Barros, e o conteúdo eram seis zines – alguns de quadrinhos, alguns educativos, outros de poesia e até um de colorir!

Me ocorreu que, desde que assumi a editoria de HQ Nacional do MinasNerds, eu resenhei livros, revistas e webcomics, mas nunca um bom e velho zine! Uma vergonha pra mim, que fiz e lancei meus primeiros quadrinhos justamente através dessa plataforma.

Fanzine – ou zine, pros íntimos – é uma revista auto publicada, normalmente reproduzida através de xerox pra baratear o custo e facilitar a circulação. Os zines sempre foram um veiculo importante de disseminação de conteúdo de contracultura. Hoje em dia existem fanzines voltados pra assuntos diversos, inclusive quadrinhos. A linda e maravilhosa Roberta AR, zineira de coração, já falou muito melhor sobre isso.

Bom, voltando ao precioso pacotinho da Danielle Barros, o primeiro zine que abri foi o Sibilante vol. 2. Na contracapa, Danielle nos apresenta o conceito de grimoirezine: a palavra vem de grimoire , que é um diário de magia, e ela associou o conceito original à narrativa sequencial como forma de explorar ainda mais as possibilidades de comunicação e auto-aprendizado.

Página do zine Sibilante vol. 2
Página do zine Sibilante vol. 2

O tema do zine é o Sagrado Feminino – Danielle, inclusive, assina grande parte das suas obras como IV Sacerdotisa. Admito que, a princípio, achei que ia ficar perdidona, já que não manjo nada de magia ou de qualquer assunto que não seja bem mundano (nem mesmo de signos eu entendo). Contudo, tive uma grata surpresa ao ir lendo e me identificando com as reflexões de Danielle sobre auto conhecimento e auto aceitação, amor próprio, saudade, pensamentos destrutivos e a aceitação a tristeza como parte da gente. A linguagem é poética, mas acessível, e os temas abordados são familiares a todos nós.

A arte, por si só, também é muito interessante: às vezes em forma de HQ, às vezes como ilustração, traz referências indígenas, mandalas e cenários que se alternam da natureza à ficção científica. O estilo da autora e algumas das suas composições de cena envolvendo lobos, a lua e penas, me remeteram àquelas tatuagens tradicionais de inspiração nativo-americana.

Outra publicação do kit que me chamou a atenção foi o BiociênSaúde. A autora empregou a sua formação em Biologia e mestrado em Ciências pra dar uma oficina de criação de fanzines no curso de graduação em Ciências Biológicas da Universidade do Estado da Bahia. O resultado foi esse zininho que aborda, com humor e linguagem descomplicada, uma série de temas relacionados à Biologia e à saúde.

Página do zine BiociênSaúde em que se ensina um pouco sobre toxoplasmose
Página do zine BiociênSaúde em que se ensina um pouco sobre toxoplasmose

E ISSO É LINDO, MINHA GENTE!

Afinal, uma das coisas que eu mais amo no quadrinho é essa possibilidade de abordar temas sérios de forma leve e sutil, passando informações importantes sem aquele ar acadêmico ou didático que repele as pessoas.

No kitzinho também veio um manual ensinando a fazer seu próprio fanzine, assim como dicas de divulgação e de desenvolvimento de oficinas criativas. Também vieram um lunário (que é um calendário das fases da lua), um zine de colorir e um com textos poéticos e ilustrações MARAVILHOSAS, tipo esse gato-mandala:

GATO MANDALA MARAVILHOSO
GATO MANDALA MARAVILHOSO

Se você quiser adquirir o seu zine Sibilante ou outro trabalho da Danielle, pode entrar em contato com ela pelo Facebook, pelo e-mail danbiologa@gmail.com ou comprar direto na lojinha virtual dela.

 

E, se você quiser mandar seu quadrinho pra ser resenhado por nós do MinasNerds, pode entrar em contato com a gente através dos e-mails laura_athayde@hotmail.comrobertaar@minasnerds.com.br.


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Laura Athayde

Após terminar a pós graduação em Direito Tributário, em 2014, passou a dedicar-se à ilustração e ao quadrinho. Participou de diversas publicações coletivas, como o livro Desnamorados, Revista Farpa, Revista RISCA!, Antologia MÊS 2015 e Catálogo FIQ 2015. Lançou também HQs solo, algumas das quais podem ser lidas online em issuu.com/lauraathayde. Como se não bastasse fazer quadrinhos, resolveu escrever sobre eles na coluna HQ Arte do MinasNerds.