Quem é a Feiticeira Escarlate?

Com a estréia de Capitão América: Guerra Civil, vemos que, na trama, a  segunda personagem feminina que ganha destaque, depois de Viúva Negra (Você pode conferir a sua origem, aqui)  é justamente Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate. Criada inicialmente para ser uma vilã, essa Vingadora é dona de poderes incriveis, imprevisíveis e ainda não muito explorados, nem nas HQ, muito menos no cinema.

Vamos saber um pouco mais sobre sua origem e as principais histórias onde ela aparece:

mgid-ao-image-mtv

 

Uma deusa uma louca uma feiticeira

Wanda está bem no meio de dois grupos bem importantes no Universo Marvel: Vingadores e X-Men. Criada por Stan Lee e Jack Kirby em 1964, estreou em X-Men #4, inicialmente como, pasmem, vilã. Isso mesmo. Wanda e seu irmão Mercúrio foram criados como filhos do vilão Magneto. Nesta história inicial em especial, os gêmeos detentores de poderes especiais são recrutados por Magneto ainda criancinhas, já que este pretendia criar um exército e subjugar a raça humana ao poder mutante.

Anos mais tarde, porém, sua origem seria melhor explicada mas não menos louca:  Wanda e seu irmão gêmeo, Pietro, seriam filhos de Magneto e nasceram na Montanha de Wundagore, nos Bálcãs, porém o pai não sabia da existência das crianças. Eles  foram fruto de um relacionamento amoroso de Eric e a humana Magda que, assustada ao descobrir o poder destrutivo do marido, o abandonou, sem saber que estava grávida.

Andando a esmo  e desesperada pelos Bálcãs, Magda encontra um castelo e resolve pedir abrigo. Nele, é recebida por Bova, uma vaca humanóide (isso mesmo) que servia ao cientista conhecido como Alto Evolucionário, dono do castelo.

Bova acompanhou a gravidez de Magda e quando os gêmeos nasceram, a pedido da mãe, que queria proteger as crianças do pai, se encarregou deles e os entregou a um casal de ciganos conhecidos como os Maximoff.

Wanda nasceu numa noite de tempestade sobrenatural, e foi agraciada com um certo potencial místico que influenciou os dons mutantes herdados naturalmente do pai, permitindo-a canalizar energia caótica de diversas formas. Wanda é considerada uma mutante nível ômega, a totalidade de seus poderes ainda é desconhecida, mas entre eles está a habilidade de controlar e distorcer a realidade, o que, convenhamos é MUITA COISA.

Sendo criados por ciganos, Pietro e Wanda  vagaram pela Europa Central como nômades durante toda a juventude, onde notaram a manifestação de seus poderes. Em uma ocasião teriam sido mortos por camponeses superticiosos que presenciaram a força desses poderes, se não fosse a intervenção de Magneto.

Assim sendo, o vilão recruta os filhos (sem saber que era pai deles, no entanto) e os incorpora à Irmandade Mutante e batizando-os de Mercúrio e Feiticeira Escarlate. Embora achassem os métodos de Magneto radicais demais e nem sempre concordassem com ele, os irmãos, por gratidão e medo,  mantiveram-se fiéis a Eric.

hqdefault

De vilã a Vingadora

Durante muitos anos, Stan Lee e Kirby deram à Wanda uma personalidade bem relutante, de uma jovem deslocada e triste que busca seu lugar no mundo. Isso pode ser visto, em um recorte bem menor e mais adequado ao nosso tempo, no cinema, por exemplo. Como foi criada como cigana, não possuía um sentimento de pertencimento e seu ingresso nos Vingadores foi decisivo para moldar sua personalidade como heroína.

Em 1965, na revista Vingadores #16, após um embate  a  Irmandade Mutante é desfeita e os irmãos tem finalmente contato com o grupo de heróis conhecido como Vingadores.

Ambos são recebidos de braços abertos e aceitam integrar à equipe e receber treinamento.

Wanda se torna uma mulher muito mais segura de si, depois de perceber que pode contar com uma equipe que literalmente daria a vida por ela. E dedicou-se de corpo e alma a eles, envolvendo-se inclusive romanticamente com o sintozóide Visão, e esse resto da história vocês já conhecem.

Mostrou-se ao longo de muitas histórias dos Vingadores,  misteriosa e reservada, até mesmo pelo desconhecimento da dimensão de seus poderes, porém muito intensa, descontrolando-se vez ou outra em ataques de fúria e causando MUITO estrago por onde passsava. Com treinamento adequado  porém, evoluiu muito, tornando-se um dos membros mais poderosos da equipe.

scarlet_witch

Assumiu a liderança do grupo por um curto período de tempo e conseguiu finalmente maior controle sobre seus poderes. Para isso ela contou com o apoio da bruxa (de verdade dessa vez) Ágatha Harkness que já havia aparecido anteriormente nas histórias do Quarteto Fantástico,  ajudado Susan Storm quando estava grávida.

A história de Wanda esbarra na de muitas adolescentes inseguras que veem em seu grupo de amigos fieis alivio e saída para enfrentar os problemas da vida. Eu, particularmente acho essa origem muito verossímil e humana. Tirando, é claro, a parte  da vaca geneticamente modificada.

Para conhecer um pouco mais sobre Wanda, listei algumas histórias imprescidíveis:

The Essential X-Men #1 – Marvel Essentials

Infelizmente não temos em português esse encadernado com o melhor da Era de Prata dos X-Men, (são os 24 números de Fabulosos X-Men, na verdade com as primeiras aparições de Wanda na Irmandade Mutante!)

Os Maiores Clássicos dos Vingadores Volumes   1 e 2

os-maiores-classicos-dos-vingadores-completa-1-ao-4-panini-166411-MLB20550024892_012016-O

Grandes Heróis Marvel -Vingadores Costa Oeste

106669_214

 

Os Heróis mais Poderosos da Marvel: Os Vingadores (Kurt Busiek e George Perez) (da Salvat)

vingadores9

Dinastia M

download

 

Vingadores: A Queda

download (1)

Scarlet Witch #1


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Gabriela Franco

Jornalista especializada em cultura pop, produtora, cineasta e mãe da Sophia e da Valentina Criadora do MinasNerds.