Sobre zines e mulheres: evento “Decolagem” acontece em São Paulo dia 27 de agosto

O Coletivo base2 nasceu quando eu (Gabriela César) resolvi montar uma mesa na Lady’s Comics. Para isso, sabia que não tinha material o suficiente e, mais importante: não tinha feito quadrinhos! Estava inscrita no curso de quadrinhos autorais do Mutarelli, mas não sabia se essa produção por si só me levaria com uma mesa inteira.

Busquei na minha rede de contatos: quem são as mulheres que admiro e gostaria de trabalhar junto? Fiz o convite pessoalmente a essas meninas em SP e pelo zine XXX, no facebook. Nem todo mundo acabou indo até o fim. Reconheço que ir para um evento em outra cidade, na fé e na coragem, produzindo zines e quadrinhos novos em menos de um mês, não é das tarefas mais fáceis.

Uva e Stella me acompanharam desde São Paulo (encontramos a Renata por lá, que acabou se juntando a nós) e Jordana (que já é de BH) fizeram parte da nossa banquinha no Lady’s. Além disso, tivemos convidadas que nos deram suas ilustrações e quadrinhos para compôr a banca do coletivo: Maya Soletti, ilustradora, Ana Laura Torquato, ilustradora e quadrinista; e Tayla Nicoletti, quadrinista.

Em meio às palestras e ao tempo passado na nossa banca no Lady’s, percebemos que muitas das meninas visitando o evento tinham muito em comum conosco – queriam muito fazer quadrinhos, mas não sabiam como! (Não que a gente SAIBA, estamos em processo ainda). Mesmo sem “saber”, mesmo sem uma estrutura ou estúdio por trás de nossas produções, metemos as caras e fomos trás desse evento.

Nasceu então outra ideia: se nós conseguimos fazer os zines pro Lady’s, mais gente consegue. Como vamos incentivar mais mulheres a fazerem o mesmo? Quem é melhor para convencer às pessoas que elas podem: quem acabou de começar ou quem está nesse mercado há anos?

Dessa vontade de “contaminar” mais gente com o espírito de ser independente e publicar nasceu o evento “Decolagem [substantivo feminino]”. Quanto mais mulheres fazendo zines, melhor para novas mulheres que querem fazer zines. Quanto mais mulheres puderem compartilhar suas histórias e suas dicas, mais gente vai se sentir capaz de trilhar o mesmo caminho. Novamente recorri às redes: postei em grupos no Facebook sobre zines, quadrinhos e mulheres. Ana Laura, que já participara conosco do Lady’s, topou vir de Curitiba pra SP e fazer parte de nossa mesa (!!!). Cay’u me foi recomendada por Nathália Ferreria (Zine das Pretas / Faça Amor Não Faça Chapinha), Cay’u me recomendou a MC Cacau. Das oficinas dos artistas Sesper e Gustavo Eandi surgiu Izabella, jovem artista e zineira. Reunidas, são o “time” da base2 para esse evento.

Dani Marino, estudiosa em quadrinhos e feminista, frequentemente escreve artigos sobre a representação da mulher no universo nerd. Ficamos muito felizes com o seu aceite para mediar a mesa. Assim, todas as meninas terão tempo de falar e responder às questões de nossa especialista convidada.

Ao final do evento, nossa ideia é espalhar os zines das mulheres que compõem a mesa e de mulheres na plateia para que sejam folheados, tocados, manuseados. Será um dia de trocas, de construir novos laços e abrir caminhos para quem quer entrar nesse mundo. Estão todas convidadas. Vamos juntas, que vamos melhor e mais longe.

Saiba mais sobre o evento aqui: https://www.facebook.com/events/483211698551216/


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.