Ficção científica, uma das visionárias do futuro da ciência e tecnologia

Sem dúvida que a ficção científica produzida pelos filmes, séries de TV, livros e quadrinhos, nos auxiliou a sonhar como as contribuições da tecnologia e os avanços da ciência poderiam ser incorporadas ao nosso futuro.

Uma exposição do Reuben H. Fleet Science Center, localizado na cidade de San Diego, com o título Science Fiction and Science Future (Ficção científica e futuro da ciência) aborda como inovações que foram previamente descritas na ficção científica podem ser adicionadas em nosso presente e futuro não tão distante. Além disso, esta exposição possibilita que a audiência interaja com equipamentos similares àqueles vistos nos filmes e seriados de ficção científica. Como esta exibição vai se encerrar no próximo dia 05 de setembro, contarei brevemente as atrações desta experiência.

  1. Futuro da Genética e Medicina.

Atualmente, há companhias como 23andme que analisam alguns pedaços de seu DNA que contem polimorfismos de nucleotídeo único ou SNPs (single-nucleotide polymorphism), que são mutações em um ponto especifico do nosso genoma. Os dados desta análise fornecem informações sobre ancestralidade, caraterísticas genéticas e também, a probabilidade de você desenvolver certas doenças. Todas estas informações estão conectadas com pesquisas científicas e é possível acessar os trabalhos originais que mostram como aquela sequencia de DNA confere tal aspecto. Com o desenvolvimento de técnicas mais acuradas e de custos mais reduzidos de sequenciamento genético, será possível ter todo seu DNA sequenciado e ainda armazenar a informação do seu DNA em pulseiras que podem ser escaneadas em unidades especiais de leitura. A informação gerada pode mostrar recomendações de quais esportes melhor se associam ao seu código genético, informar doenças para as quais você possui mais susceptilidade e facilmente indicar um estilo de vida que mais adequado ao seu DNA.

Pulseiras
A leitura de pulseiras que contém dados de seu sequenciamento de DNA pode dar informações sobre esportes mais adequados, doenças que você podem possivelmente desenvolver e até dar sugestões de carreiras que combinam com o seu código genético.
  1. Inteligência Artificial.

Robôs estão sendo construídos constantemente e assim como o cão robô, Aibo e equipamentos robóticos que auxiliam cirurgias já estão no nosso presente. Profissionais da área de robótica e de Inteligência artificial têm aprimorado cada vez mais suas invenções e algumas delas são até capazes de aprender e resolver problemas. Um dos grandes destaques é AlphaGo, sistema de inteligência artificial desenvolvido pelo grupo Google DeepMind, que venceu em março de 2016 um dos jogadores de maiores destaques, Lee Sedol, no jogo chamado Go. Este tipo de jogo é muito mais elaborado que um jogo de xadrez e dispõem de mais possibilidades que o total de átomos presentes no Universo visível.

Robo
“Hey, Aquele robô está me copiando!”. A face do robô é capaz de copiar suas expressões faciais. Essa tecnologia pode ser utilizada para dar as máquinas uma característica mais empática.
  1. Ciborgues e Seres Biônicos.

Ciborgues são seres parte máquina e parte material biológico e seres biônicos são aqueles que tem parte de seus corpos ligados a equipamentos que auxiliam ou melhoram a função daquela estrutura. O primeiro ciborgue, que já foi descrito aqui, foi produzido em julho de 2016 e certamente essa tecnologia vai fundamentar o desenvolvimentos de outros ciborgues. Implantes e aparelhos que auxiliam pessoas com déficit auditivo e visual já dão um toque cibernético a nossa atualidade. Além disso, pessoas com membros amputados podem ter membros biônicos. Acredita-se que no futuro será possível montar nosso próprio ciborgue.

 

Ciborgue
E quem não vai querer projetar e modelar seu próprio ciborgue?
Cyberman
Você ainda terá a opção de fazer um upgrade no seu corpo, assim Cyberman no Dr. Who.

 

  1. Hologramas.

A presença de hologramas são bem populares nos filmes de ficção científica. Quem não se lembra do holograma da princesa Leia no filme de Star Wars ? O Holograma reflete a imagem 2D e cria a percepção de 3D. Este efeito é denominado Pepper’s Ghost e já foi até empregado em alguns shows de música, como a projeção do rapper Tupac durante a performance de Snoop Dogg no Coachella em 2012. Esta técnica tem se popularizado muito entre outros artistas, como os da Coréia do Sul.

Holograma
Acredita-se que logo as teleconferências com hologramas serão disponíveis para todos.
  1. Rastreamento do olhar ou Eye Tracking.

Tecnologias de rastreamento do olhar (eye tracking) avalia e mensura a posição e movimento dos olhos. Com isso é possível acionar comandos do seu computador sem o uso das mãos. São ferramentas excelentes para pessoas com movimentos limitados e podem auxiliar pessoas que fazem movimentos repetitivos a minimizar o aparecimento de lesões, como lesões do esforço repetitivo.  O famoso físico Stephen Hawking há anos faz uso desta tecnologia. Ele perdeu os movimentos de quase todos os músculos de seu corpo (à exceção da musculatura ocular) em decorrência da doença Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA, tema abordado aqui) e depende integralmente de eye tracking para se comunicar.

Eye control
Ter controle com os olhos. O rastreamento do olhar faz com que o cursor mova de acordo com o movimento dos olhos.
  1. Controle da mente.

A conexão de computadores com a mente, nos permite a controlar alguns equipamentos com pensamentos, mais especificamente ondas cerebrais. A empresa Emotiv Systems, dispõe de um neuroheadset que é colocado na cabeça e assim monitora e grava a atividade elétrica do cérebro. É uma grande esperança que pode restaurar a comunicação de indivíduos paralisados como acontece na Esclerose Lateral Amiotrófica.

Controle mente
Jogo do controle da mente: Utilizando um capacete especial, duas pessoas se sentam cara a cara ao redor da mesa e têm que mover a bola branca (ver a seta) para frente usando o poder da mente. A bola se desloca do meio da canaleta através de ondas cerebrais produzidas pelos jogadores. Ganha o jogo quem movimentar a bola até o final da trajetória. É como um jogo de força, só que aqui, utiliza-se o cérebro
  1. Teletransporte

Cientistas já mostraram que é possível teletransportar partículas por até 143 km de distância. Para teletransportar certas criaturas como humanos, já é mais complicado. O teletransporte se baseia na análise da posição de cada átomo do corpo e transfere esta informação como uma cópia, sendo que a original é depois destruída. Com a tecnologia que temos hoje, precisaremos de um número absurdo de computadores para guardar a informação e esperar a idade do Universo para enviar a informação. Infelizmente, o teletransporte como visto no Star Trek está longe de ser realidade. Enquanto isso, a gente simula.

Teletransporte
Simulador de teletransporte

Agora é com você!

 

Escolha seu futuro
“Escolha seu futuro: Fazer decisões éticas. O futuro vai ser diferente do presente. Cientistas, inovadores e indústrias podem ter uma grande influência nisto. Porém, muito do futuro é você que decide.” Você faria análise da sequencia de seu DNA?

 

Desenhe seu futuro
“Desenhe seu Futuro. Você decide o futuro. Qual é sua visão para o futuro? Onde viveremos? O que faremos para nos divertir? O que vestiremos? Como iremos de um lugar ao outro? Iremos voar? dirigir ou flutuar?”

Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Isabelle Tancioni

Sou veterinária, cientista, hipster, Tiki, nerd, geek. Gosto de comics, música, cartoons, animais, plantas.