Visão – O que nos torna humanos?

“Visão é um sintezóide – um andróide composto de sangue e órgãos sintéticos. Ele foi criado por Ultron para destruir os Vingadores, mas ao invés disso ele se voltou contra seu “pai” e faz parte da equipe de super-heróis desde então. Recentemente, Visão construiu uma família sintezóide para si – sua esposa Virgínia e os filhos Viv e Vin. Os quatro estão tentando ao máximo viver uma vida pacífica e normal no subúrbio de Washington.”

 

hi

 

CONTÉM SPOILERS

Essas são as palavras que iniciam cada capítulo da série The Vision, (Visão)  escrita por Tom King (Batman Rebirth), com arte de Gabriel Hernandez Walta e cores de Jordie Ballaire, que  ganhou o Eisner  de melhor colorista, este ano, por esse trabalho.
Para quem não sabe, o autor, Tom King é um ex-agente do departamento de contra-terrorismo da CIA que estreou no mercado dos quadrinhos em 2012 com A Once Crowded Sky e logo foi convidado pela DC Comics para co-escrever, com Tim Seeley a série Grayson, título de sucesso dos Novos 52 que contava as histórias do então ex- Asa Noturna, como super espião.

Entender esse background do autor é importante para apreciar The Vision por completo.

Mais do que uma história de super-heróis, a série flerta com outros gêneros da literatura como os romances pulp  de crimes e suspense e Tom King parece ser um mestre em criar tramas recheadas de delitos e mentiras com muito foco no desenvolvimento dos personagens.

Ser humano não é brincadeira

É em uma típica cidadezinha de subúrbio americano que a história se passa e, como se saíssem de uma sitcom dos anos sessenta, somos apresentados à família Visão, recém chegada àquela região. Visão criou para si uma família sintezóide após perder a primeira família que construiu com Wanda Maximoff, a Feiticeira Escarlate e como parte de um processo para se humanizar.
Usando as ondas cerebrais da falecida Wanda, Visão criou sua esposa, Virgínia e combinando essas ondas com as dele, criou os gêmeos adolescentes Viv e Vin.

A família parece viver uma vida normal e perfeita, mas como Hollywood nos ensinou bem, as coisas não são o que parecem ser.

r u normal
O status de celebridade e ícones de perfeição logo  alcança a família Visão e eles são constantemente assediados pelos moradores do bairro com suas câmeras intrusas, sempre buscando fotos da família para postar nas redes sociais e é através desses papparazzi  que eles são encontrados pelo Ceifador, que busca vingança pela morte de seu irmão, Simon Williams (o Magnum), cujos padrões cerebrais foram usados por Ultron para criar o Visão, sendo praticamente “pai” dele, guardadas as devidas proporções.

O vilão ataca Virgínia e seus filhos enquanto Visão está fora e quase mata Viv. Sem pensar muito, Virgínia acaba contra-atacando e mata o Ceifador com vários golpes na cabeça.
Sabendo que isso vai causar grande transtorno para Visão, que agora é um enviado especial dos Vingadores na Casa Branca, assim como prejudicar o estilo de vida de sua família, ela resolve enterrar o corpo em seu jardim e inventa uma outra versão do ocorrido, na qual o Ceifador teria fugido após atacá-los.
Visão acredita na versão da esposa e a vida deles poderia voltar ao normal, se não fosse por um misterioso chantagista que sabe o que Virgínia esconde no quintal dos fundos. Nesse ponto a história de super-heróis se transforma em um drama familiar regado a suspense e mentiras.

portrait_incredibleOs personagens são o ponto alto da história, com seus arcos shakesperianos nos quais eles lutam contra suas falhas e tentam evitar um terrivel destino já previsto.  Visão é um homem decidido a ser humano e esse é o maior erro que ele poderia cometer, pois ao submeter sua família a padrões inalcançáveis  ele acaba expondo todo o universo Marvel a um grande perigo.

Enquanto isso, Virgínia tenta desesperadamente entender as motivações de seu marido para se equiparar aos humanos equanto poderia vir a ser muito mais poderoso que eles, além de lidar com suas próprias  mentiras.

Afinal, o que pode ser mais humano do que ter uma família? Nossos erros, é claro! Quem disse que ser humano era fácil?

A história possui um narrador bastante conhecido dos fãs da Marvel, que só é revelado por volta do terceiro volume, mas para quem a história está sendo contada é um dos mistérios criado por King para surpreender o leitor no climax do último volume.

The Vision é mais um título da iniciativa All New All Different da Marvel e é realmente inovador dentro do gênero das revistas de super-heróis, uma série com cara de edição especial tamanha a qualidade do roteiro e da arte. A série já conta com 10 volumes publicados nos Estados Unidos e deve chegar ao Brasil após a publicação de Guerras Secretas iniciada em Julho desse ano.

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.