Ed e Lorraine Warren: Demonologistas

warrencapaO Casal Warren é famoso desde os anos 70, por sua atuação em investigações de casos famosos de manifestações paranormais, fantasmas e outros fenômenos inexplicáveis. Destes, o mais famoso é toda a comoção envolvendo a mansão de Amytville em que Ronald Defeo assassinou sua família, supostamente inspirado por vozes desencarnadas, em 1974. No livro lançado pela editora Darkside Books, Ed e Lorraine Warren: Demonologistas (2016, 272 p.) o autor especializado em sobrenatural Gerard Brittle acompanha Ed e Lorraine em suas investigações e traz depoimentos sobre os casos mais famosos em que a dupla se envolveu, como os que inspiraram os filmes Invocação do Mal 1 e 2 e o spin off da série, Anabelle.

A edição da Darkside Books é, como sempre, primorosa. O livro em capa dura conta com arte e diagramação minuciosas, com tratamento de item de colecionador. A tradução de Giovanna Louise é competente e no tom certo. Destaque para o assustador marcador de páginas, com uma foto da boneca Anabelle real. Confesso que li com o marcador virado para baixo.

O livro é extremamente assustador, principalmente por ser baseado em fatos reais. Estou acostumada a ler terror e nunca penso muito em um livro depois que o fecho. Mas os relatos de Ed e Lorraine Warren realmente me assustaram por parecerem o tipo de coisa que pode acontecer com qualquer um. Porém, temos que levar em conta uma questão aqui: sou uma pessoa crédula em relação a eventos sobrenaturais como os narrados por Brittle. Não foi preciso me convencer de nada. Se fosse o caso, acho que não teria gostado tanto da leitura.

O grande ponto fraco do livro é que ele não é jornalístico nem minucioso na investigação. O prefácio escrito por um padre católico já dá o tom religioso, e até um pouco moralista, que vai permear toda a leitura. Na introdução afirma-se que todos os eventos narrados no livro são documentados, mas não se cita onde e como consultar essa documentação (a única coisa que o livro apresenta nesse sentido são as fotos de alguns dos casos). Testemunhas-chaves são citadas sem seus sobrenomes. Todo o tom da narrativa é de alerta: não brinque com coisas sobrenaturais ou atrairá demônios para sua casa.

Uma pesquisa rápida no Google revela algumas acusações de fraude contra os Warren e o livro em si não é capaz de desmenti-las. Ele funciona mais como um longo relato aterrorizante com o objetivo de alertar sobre os perigos das práticas ocultistas. Embora exista no livro um comentário positivo sobre a wicca e outras formas de magia “branca” (o termo que eles usam para magias que não visam prejudicar terceiros), acredito que ele possa ser um pouco ofensivo para pessoas de religiões não cristãs. É um livro de não ficção que não chega nem perto de ser jornalístico.

Se você for um fã de histórias sobrenaturais da vida real, leia: mesmo que seja uma perspectiva parcial, é a perspectiva dos investigadores diretamente envolvidos. Se, como eu, você acreditar em tudo, vai se borrar de medo e pensar no livro durante dias (e noites). Mas, se procura um relato mais minucioso e jornalístico desses eventos, esse livro não é para você.


Serviço:

Título: Ed & Lorraine Warren: Demonologistas

Autor: Gerald Brittle

Tradutora: Giovanna Louise

Editora: DarkSide Books

Páginas: 272


Este livro foi cedido pela editora para leitura.


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Beatriz Blanco

Designer, professora, gamer e pesquisadora. Fã da franquia The Legend of Zelda, histórias de terror, aliens e kaijus. Acorda e dorme online.