Saintia Sho é girl power total!


Para falar de Saintia Sho, é preciso falar de Saint Seiya, mesmo que rapidamente.

Saint Seiya, ou como é popularmente conhecido: Os Cavaleiros do Zodíaco, é uma história que já faz parte da cultura pop há muito tempo e já está bem inserida na cultura popular brasileira. Não precisa ser fã de anime ou mangá para saber que existe um Cavaleiro de Pegasus, por exemplo. Mesmo que você não tenha visto ou lido nada sobre, com certeza já ouviu falar deles. Mas quem é fã se lembra muito bem de todas as sagas enfrentadas por Seiya e seus colegas para proteger a deusa Athena. E é justamente aí que chegamos à Saintia Sho.

Saint Seiya: Saintia Sho é um mangá escrito e ilustrado por Chimaki Kuori e publicado pela editora Akita Shoten no Japão.  Ele é um spin-off da clássica Saint Seiya. O enredo apresenta uma nova classe de guerreiras de Athena, conhecidas como Saintia. Diferentemente das guerreiras amazonas que figuravam em Cavaleiros do Zodíaco, as Saintia são a guarda pessoal de proteção à Athena e por isso são consideradas lendas para os outros Cavaleiros.

 Saintia Sho faz com que você queira lembrar de todos os detalhes da série clássica dentro de uma nova jornada sob umnovo ponto de vista, com personagens carismáticos em uma trama sem muitas complexidades. Ou seja, bem parecido com o roteiro original, só que bem desenhado.

É um reboot? É um remake? É um genderbend (história em que os personagens são do sexo oposto aos do original)? Não, nada disso. Saintia Shô é uma história inserida no meio do universo canônico de Saint Seiya. E se você ainda não conhece nada desse universo, entre, fique à vontade e prazer em conhecer. Este manga vai ser bem interessante para absorver uma história criada 40 anos atrás.

Afinal, o que é Saintia?

Vamos pegar os nomes empregados na série, dispensando suas versões traduzidas no Brasil, para explicar melhor. Em japonês, a palavra cavaleiro é na verdade santo, 聖闘士, com o furigana (a indicação de leitura dos kanjis) escrita como セイント/Seinto, do inglês Saint. E as amazonas, são na verdade Santos mulheres, 女圣闘士, ou onna saint em japonês. Nisso, partimos para a palavra Saintia, 聖闘少女, furigana セインティア/Seintia, que significa santas garotas.

Tanto Santos/Cavaleiros, quanto Santas/Amazonas e as Saintias equipam as armaduras que são originalmente chamadas de Cloths, do inglês roupa, 聖衣 com o furigana クロス/Kurosu. Ok, essa parte das Cloths não foi super necessário para você entender a história mas agora sabe porque tem colecionador que pira horrores quando fala que gastou os tubos comprando uma Cloth Myth.

Deusa Athena e suas Saintias
Deusa Athena e suas Saintias

– Agora que sabemos as nomenclaturas, senta que lá vem história.

A deusa Athena reencarnou como uma humana no planeta Terra. Ela já havia passado por aventuras desde seu nascimento, como o Mestre/Patriarca do Santuário prestes a matá-la quando ainda era um bebê.

Sua sorte é que o Cavaleiro de Sagitário, Aiolos, presenciou tudo isso, impediu o assassinato e conseguiu fugir com o bebê Athena. Infelizmente, ele foi gravemente ferido em sua fuga, e acabou tendo que entregar o bebê a um senhor muito peculiar chamado Mitsumasa Kido, pedindo para que cuidasse da criança e de sua  armadura, Então, Mitsumasa adotou a pequena como sua neta, lhe dando o nome de Saori Kido.

Para garantir sua segurança, Athena tem um grupo de mulheres chamado Saintias. Como a própria tradução do manga descreve: É permitido somente às mulheres cuidar de suas necessidades. Para que elas possam cumprir esse papel, abre-se uma exceção para que mulheres recebam a dádiva da armadura sem precisarem abdicar de seu lado feminino. Essa função é reservada às moças intocadas e altamente capacitadas. São como “damas de companhia” da deusa. Daí vem a diferença crucial entre as Saintias e as Santas/Amazonas.

O mais interessante é que a autora consegue fazer tudo caber dentro da história original. Nenhum personagem foi alterado, nenhum fato mudou. Ela conseguiu usar muito bem várias brechas ou pontos não explorados para inserir esta nova história.

– E os personagens?

Assim como o título Saint Seiya deixa claro que Seiya é o protagonista, Saintia Sho conta a vida de Shoko, uma garota até então normal, que vive um dia a dia comum no Japão até se transformar na mais nova Saintia.

Shoko

ShokoSua vida era acordar cedo, treinar artes marciais com o pai e ir para a escola. Até um belo dia, após acordar de mais um de seus constantes pesadelos e questionar o curso de intercâmbio  de sua irmã mais velha, Kyoko, que já durava mais de 5 anos sem qualquer notícia. Um incidente na escola acontece e a própria Kyoko surge, mudando para sempre a sua vida (#drama). Ela aprende sobre a história das Saintias e, de uma maneira paliativa, se torna a nova Saintia de Equuleus (a tradução do manga no Brasil manteve o latim para a constelação de Cavalo Menor).

Kyoko

Kyoko

A irmã mais velha de Shoko. Ela foi enviada em um intercâmbio para crianças excepcionais da Fundação Graad, cinco anos antes da história, e, desde então, nunca sequer fez uma ligação para casa. Tudo é muito secreto quanto à esta Fundação. Um dia ela aparece, trajando sua armadura de Equuleus, pronta para trazer a justiça e defender a deusa Athena. E sua irmã também!

Mii

Mii

Uma das mais fiéis Saintias, Mii tem como constelação Golfinho (Delphinus no latim e Dolphin na nomenclatura japonesa), e age como secretária direta de Saori, cuidando de tudo, desde seu bem estar até a alimentação. Ela é bem séria quanto ao seu papel e como lidar com outras Saintias. Inicialmente ela e Shoko não se dão muito bem, mas nada clichê como #Instamelhoresamigas depois.

Mayura

perfilmayura

Esta misteriosa Santa/Amazona treinou muitos Santos e Saintias e ainda irá contar muitos segredos. Ela é toda enfaixada, quieta em sua cadeira de rodas, rodeada de pássaros e de seu animal chave, um pavão. Ela gosta de falar sobre controle, ódio e suas consequências, como o mestre Yoda de Star Wars.

Existem mais outras Saintias que vão entrando no grupo a medida que a história progride, claro. No lado antagônico temos a deusa Éris, deusa da discórdia, que procura um hospedeiro para manter sua vida na Terra. Junto dela há um grupo de dríades, animais demônios que tomaram formas humanas para defendê-la.

Outros personagens canônicos da saga Saint Seiya aparecem, como o Mestre/Patriarca do Santuário, Milo de Escorpião, Seiya de Pégasus e muitos outros que não mencionarei para não fazer nenhum spoiler. Devo dizer que é bem emocionante ver todos em um traço diferente do autor original, Masami Kurumada.

Milo de Escorpião no traço de Kuori
Milo de Escorpião no traço de Kuori

– Que mais sobre o mangá?

O manga é escrito e desenhado por Chimaki Kuori, conhecida pela adaptação de Gundam SEED e Kimi no Kaeru Basho. Ela foi a segunda mangaka a escrever dentro do universo de Saint Seiya, sob supervisão de Masami Kurumada.

O manga no Japão é publicado pela editora Akita Shoten desde agosto de 2013, e teve um total de 8 volumes publicados, ainda em andamento. Esta editora também publicou The Lost Canvas, Next Dimension e Episode G. No Brasil ele foi lançado recentemente pela editora JBC.

– Vale a pena?

Vale. Os personagens são carismáticos e a história não é excepcional mas funciona perfeitamente para o dia que você não quer ler nada complicado e quer apenas aproveitar o que está na sua mão sem gastar muito tempo. Afinal, é Saint Seiya. E agora é super fácil de conseguir ler a série, e de achar o número 1 nas bancas. Inclusive a JBC me respondeu a respeito da tradução dos nomes das constelações, já que algumas estão em português e outras em latim. Eles mantiveram cada caso à parte, por conta de semelhanças com a dublagem brasileira e/ou facilidade de pronúncia.

O traço é muito bonito. E rever personagens originais nesse traço bonito às vezes é de tirar o fôlego. A autora não mede esforços em muitas cenas de luta e páginas duplas. É engraçado, de certa forma, também ver um lado mais contemporâneo na série, como as vestimentas de Shoko, o laptop de Saori e por aí vai. É um bom entretenimento.

– E para finalizar, nosso check list:

✓ Tentáculos (mesmo que de madeira)
✓ Mulheres nuas
✓ Homens nus na toalhinha
✓ Bikini chain mail
✓ Planos de Saori sofrendo/morrendo lentamente como toda saga dos cavaleiros
✓ Protagonista atirado ao ar com queda direta de cabeça no chão
✓ Vontade de chorar por ver o traço ser tão mais bonito e você querer que a série original fosse assim,
mas tem short por baixo da saia

Saori, Kyoko, Mii e Shoko


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Rach Asakawa

Amazona em treinamento na ilha de Themyscira, publicadora de abobrinhas do RachAsakawa.com e co-host do podcast Cast 42. Sempre ansiosa pelos próximos capítulos de Akame ga Kill! e Tamen de Gushi.