Heroínas que amamos: X-23

Na iminência da estreia de LOGAN, marcado para entrar em circuito nacional dia 02 de março e com a vinda do ator Hugh Jackman para a promoção do filme, o hype sobre tudo o que permeia o universo de Wolverine vai às alturas. Mas, obviamente, a mídia anda esquecendo de quem está conquistando o cenário nas HQs e, em breve, o coração dos fãs com sua atuação nas telas: Laura Kinney, a X-23, um protagonismo feminino importantíssimo para os fãs dos Filhos do Átomo neste derradeiro filme com a figuração do ator.

A Fox Films, detentora dos direitos dos X-Men para o cinema, tem investido pesado no lançamento do próximo filme do carcaju desde novembro de 2016, quando veio a público o primeiro trailer de LOGAN. A prévia alvoroçou os fãs, primeiro por mostrar o climão ambientado no arco Velho Logan, das HQs, principalmente pela aparição de uma nova personagem na franquia cinematográfica: uma menina, aparentemente com a mesma mutação de Wolverine. Ela já é conhecida nos quadrinhos, mas não pelo grande público, a maioria leigo, do cinema. Estava lançado o burburinho.

Em meados de janeiro de 2017 a Fox lança um segundo trailer, direcionando os holofotes justamente sobre a nova personagem. Neste segundo recorte, fica evidente a semelhança da garota com o baixinho: ela é tão agressiva e perigosa quanto Logan. Tanto que, de acordo com  a censura americana, o filme foi categorizado como R, por conter cenas de violência “brutais”, haja vista a passagem onde a menina mostra as garras e estraçalha a garganta de um oponente sem pestanejar, deixando o público boquiaberto com a atuação da pequena Dafnee Keen, atriz que interpreta a pequena mutante nas telas.

Essa mutante tem nome. Ela se chama Laura Kinney, é uma “clone” do Wolverine, que ganhou o codinome de “X-23”. Sua primeira aparição foi na série animada X-Men Evolution, em 2003, mais especificamente no episódio 44 (3ª temporada, episódio 11) e migrou posteriormente para as HQs.

Nas revistas, sua primeira aparição foi em NYX 3 (2004). Após cair no gosto do público, ganhou uma publicação solo e só se tornou a personagem que conhecemos hoje depois do lançamento de X-23, escrita por Marjorie Liu. Sua origem foi contada em X-23: Innocence Lost. Mais tarde, Laura integrou  grupos como X-Men, X-Force e Novos X-Men.

Laura tem tudo para agradar aos fãs e principalmente as mulheres: a história de sua origem é bem parecida com a de Wolverine, Envolve procedimentos genéticos escusos, manipulação indevida do gene X, teste em crianças e adolescentes e muito, muito sofrimento. Durante muito tempo, assim como o carcaju, Laura foi tratada como um animal, um puro experimento genético, Recebeu treinamento militar pesado ainda criança e é uma ótima estrategista. Apesar de estar sempre na defensiva e nunca baixar a guarda, seu trunfo é a honestidade: Laura não tem tem papas na língua e fala o que pensa, justamente por não ter muito traquejo social. Ela é bad ass até o osso de suas garras cobertas de adamantium. Inclusive, devido aos seus gêneros, a distribuição das garras é diferente no corpo de Laura e de Logan. Enquanto ele tem três garras em cada mão, ela tem duas nas mãos e uma em cada pé, o que a torna ainda mais letal e ágil.

Existem boatos de que Laura poderá vir a substituir o nanico nas telonas, já que, como todos já sabem, LOGAN será o último filme com Hugh Jackman no papel. Nas HQs, ela já assumiu o codinome e uniforme de Wolverine.

O diretor dos filmes dos X-Men,  Bryan Singer (X-Men, X-Men Apocalipse, Dias de Um Futuro Esquecido, X-Men 2, X-Men: First Class)  disse ao site Fandango que já fez essa proposta ao estúdio, inclusive com a intenção de interligar Laura ao futuro filme da X-Force, que também será dirigido por ele e já está em produção.

Portanto, existe sim uma possibilidade de, em breve, vermos uma mulher protagonizando um dos principais filmes da franquia X, talvez no lugar de um dos mutantes mais queridos do público e com níveis de testosterona mais altos entre sua espécie.

Lidem com isso 🙂

(Matéria originalmente publicada na coluna Girl Power da revista Mundo dos Super-Heróis, 85)

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Gabriela Franco

Jornalista especializada em cultura pop, produtora, cineasta e mãe da Sophia e da Valentina

Criadora do MinasNerds.