O incentivo financeiro governamental e o sucesso do Projeto Brazilian Game Developers (BGD), que organizou os produtores locais, têm impactado na qualidade dos jogos brasileiros e promovido o crescimento do setor. Este ano serão injetados R$ 20 milhões pela Ancine. A FINEP também anunciou dia 19/06 um novo Edital para Startups que inclui empresas de Games. Outro dado importante para avaliar o setor são as exportações. Elas aumentaram em 625% nos últimos três anos, fechando 2016 com USD 17,4 milhões.
O BGD, que é resultado de uma parceria da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Games (Abragames) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), começou a apoiar as exportações em 2012, com rodadas de negócios realizadas na primeira edição do evento BIG Festival, que acontece em São Paulo. Um ano depois, 17 empresas brasileiras já atuavam no mercado internacional, com faturamento de USD 2,4 milhões. Em dezembro de 2016, esse número pulou para 62 empresas exportando seus jogos e um faturamento de USD 17,4 milhões.
O BIG Festival, que acontece de 24 de junho a 2 de julho, no Centro Cultural São Paulo, é dedicado à produção independente de jogos e tornou-se o maior evento do setor na América Latina e o terceiro maior do mundo, incentivando o intercâmbio entre profissionais e empresas brasileiras com grandes players do mercado mundial. Neste ano, mais de 70 convidados internacionais estarão no fórum de negócios do evento.

Investimentos

Esse cenário favoreceu o aumento dos investimentos na área. A Ancine (Agência Nacional do Cinema), lançou dois editais do Programa Brasil de Todas as Telas que irão injetar, cada um, R$ 10 milhões na produção nacional de jogos. O primeiro deles já selecionou 23 empresas ou projetos e está em fase de contratação. O segundo edital está aceitando inscrições até o dia 3 de julho.
Todas as empresas selecionadas nos editais podem, ainda, candidatar-se ao programa Procult, do BNDES(Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), que destina até R$ 1 milhão para investimentos e planos de negócio das empresas pertencentes às cadeias produtivas da economia da cultura. Em 2016, durante o BIG Festival, a Aquiris Game Studio, desenvolvedora de Porto Alegre, RS, foi a primeira empresa de games a receber o benefício.
Desenvolve SP (Agência de Desenvolvimento Paulista) apoia empresas do Estado de São Paulo. A primeira do setor de games a receber apoio foi a Flux Game Studio, na criação do jogo de luta GUTS.
Já a Finep (Empresa Pública Brasileira de Fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação) lançou, na última segunda-feira, 19, o edital Finep Startup, que visa apoiar 50 empresas por ano, que podem receber aportes de até R$ 1 milhão. O investimento vai se dar por meio de contrato de opção de compra de ações.
No dia 29 de junho, o BIG Festival irá apresentar o painel “Financiamento e Investimento para Games”, que irá discutir os mecanismos de financiamento para o setor de games e irá contar com a presença de representantes das organizações citadas acima. Participam Gabriel Lourenço (BNDES), André Nunes (FINEP), Paulo Alcoforado (Ancine) e Marcos Bergamassi (Desenvolve SP).

Profissionais

De acordo com dados da Abragames, em 2008 havia 43 empresas desenvolvedoras de games no Brasil. Esse número foi para 130 em 2014 e, atualmente, são mais de 200 empresas no país.
Considerando todos os setores da cadeia produtiva de games (criação, marketing, comunicação, vendas) o mercado brasileiro emprega cerca de 15 mil pessoas – sendo cerca de 4 mil os que trabalham diretamente na produção de jogos, como artistas, programadores, sonoplastas, designers, diretores, músicos e publishers.
Segundo o Unctad, órgão de comércio e investimento das Nações Unidas, a economia criativa é o setor que mais gera empregos e um dos poucos que continuaram a crescer apesar da crise internacional que começou em 2008.

Serviço

5º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival)
De 24 de junho a 2 de julho (Segunda, 26, não abre)
BIG Business Forum – de 27 de junho a 1 de julho
De terça a sexta: 10h às 22h / Sábado e domingo: 14h às 22h
Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP
Entrada: Gratuita

Sobre O BIG Festival

O BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival), primeiro festival de mercado com foco na produção independente de games do Brasil e único na América Latina, visa fortalecer a produção independente de games no Brasil por meio da capacitação de profissionais, troca de experiências e se estabelece como hub de negócios na América Latina para desenvolvedores de jogos nacionais e internacionais. Ao todo, na soma de ambas as premiações, o BIG Festival recebeu inscrições de 768 jogos, de 54 países diferentes. A programação inclui atividades exclusivas para profissionais da área e outras abertas ao público, que incluem o BIG Business Forum, o fórum de negócios do festival.