A produção literária independente do Centro-Oeste – OFFFlipiri

Pirenópolis é uma cidade histórica do interior de Goiás, fundada no ciclo do ouro mais ou menos ao mesmo tempo que Ouro Preto. Nesse cenário, acontece anualmente a FLIPIRI – Festa Literária de Pirenópolis, que pretende ser um evento referência no Centro-Oeste. Apesar de mesas interessantes, como a promovida com ilustradores da região, a programação é bastante focada em best-sellers. Para levar a produção independente autoral a Piri, como carinhosamente chamamos a cidade, a Nega Lilu organizou a primeira OFFFlipiri , realizada nos dias 23 e 24 de setembro de 2017. O evento promoveu mesas de debate, saraus, oficinas, mostra de cinema e feira de produção independente em um fim de semana delicioso no coração do centro histórico.

Autopublicação e distribuição independente

Bate-papo Autopublicação e circulação da produção gráfica-literária, embaixo das mangueiras

Eu fui convidada para participar desta mesa no evento e falar sobre minha experiência no meu zine eletrônico Facada X e com a cena independente de quadrinhos e zines, ao lado da Luda Lima (Selo Supernova – Brasília), Larissa Mundim (Nega Lilu e organizadora do evento – Goiânia) e Andros Anderson (Lucarna Casa Editorial – Pirenópolis).
Os desafios para sair das mãos dos “darth vader” do mercado, como a Larissa Mundim ressaltou várias vezes, que controlam a distribuição no mercado literário, foi um dos assuntos mais debatidos. Um dos maiores problemas do mercado editorial é a ínfima quantia que fica para os autores das obras, pois a quase a totalidade dos lucros fica nas mãos dos intermediários.

Larissa Mundim, eu (Roberta AR) e Luda Lima (participação especial do meu filho Antonio no peito)

Todos os presentes dividiram suas experiências com a publicação em pequena escala, a dificuldade de encontrar boas gráficas que façam impressão por demanda ou com tiragem de poucos exemplares e com boa qualidade. Mas o maior gargalo ainda é a distribuição, pois grandes livrarias não se interessam por trabalhos não convencionais, em formatos alternativos ou feitos por conta própria. O grande espaço para divulgação atualmente tem sido as feiras de publicações independentes que se espalham pelo país afora, citamos a Feira Plana (SP), Feira Dente (BSB) e a Nega Lilu tem realizado a Feira E-cêntrica (Goiânia), que teve uma edição durante a OFFFlipiri. A venda online, divulgação em blogs e páginas independentes e comércios locais de livros e quadrinhos também foram lembrados com espaços preciosos para que o público possa ter acesso a essas publicações.
Também participaram da roda de conversas a ilustradora Valentina Fraiz, Tatiana Moreno (Avoar Livros, que se tornou um ponto de venda de independentes em Piri), a fotógrafa Ana Póvoas e a performer Morgana Poiesis.

PiriGO

Autores do zine PiriGO

 

A oficina Publique-se foi realizada pela Nega Lilu Editora e pelo Hostel 7 Rua Direita, local que sediou a OFFFlipiri, e reuniu doze jovens autores da Escola Estadual Comendador Christovam de Oliveira de Pirenópolis, em uma grande maioria de mulheres, que fizeram seu primeiro zine: PiriGO. São textos sobre preservação do meio ambiente, do patrimônio histórico de Pirenópolis, entrevista, colagens, num primeiro contato com a autopublicação.

Feira E-cêntrica

Início da Feira

Para encerrar o sábado de encontros e debates, foi realizada mais uma edição da Feira E-cêntrica, que reuniu ilustradores, editoras independentes, artesãos de Pirenópolis, Goiânia e de Brasília (Piri fica no meio do caminho entre as duas capitais). Além da deliciosa cerveja IPA artesanal que estava à venda no evento (saudades da Suindara), tivemos a Mostra das Minas GO de cinema projetado na parede do Hostel 7, uma edição do Sarau da Minas GO e performance emocionante da Morgana Poiesis “Poemas & Sussurros”, em que ela sussura poemas individualmente para cada espectador.

Feira E-cêntrica e projeção da Mostra das Minas

Primeira OFFFlipiri

Poesias & Sussuros, com Morgana Poiesis

Também fizeram parte da programação um encontro do Mulherio das Letras GO, um bate-papo com as poetas Dairan Lima e Cássia Fernandes e oficina de desenho contemporâneo, com Patrícia Ferreira.
Foi um experiência deliciosa ter podido fazer parte desta primeira edição da OFFFlipiri e espero realmente que seja apenas a primeira, pois a muito a trocar, a debater e a realizar conjuntamente nesse pedaço do Centro-Oeste.

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Roberta AR

Gosto de escrever (o que acabou virando trabalho) e de café. Participo da cena de quadrinhos independentes desde 2007, atuando principalmente na divulgação e na produção. Também sou zineira e escritora.