Carrie Fisher e os abusadores de Hollywood

Sabemos que Carrie foi uma das principais atingidas pela indústria cruel de magnatas abusadores de Hollywood. Ela fala bastante sobre isso em seu livro “Memórias da Princesa, os diários de Carrie Fisher” que foi publicado aqui no Brasil pela Editora Rocco, por ocasião de seu falecimento. Carrie sempre foi muito firme e veemente sobre o assunto  e quando abordada sobre questão da sexualização da “Leia escrava”, deixou um recado fortíssimo para todas as mulheres nesse sentido “Não seja uma escrava como eu fui”. Pois bem, com toda a celeuma envolvendo o produtores, diretores, atores e abusadores profissionais em Hollywood, o nome de nossa eterna princesa/general voltou à baila.

Na semana passada, a escritora Heather Ross, amiga de longa data da finada Carrie Fisher, foi convidada para um bate-papo sobre o produtor e abusador serial HARVEY WEINSTEIN em uma estação de rádio americana.

Apesar de nunca ter conhecido Harvey pessoalmente, a escritora contou outra historia de abuso, desta vez envolvendo um outro produtor figurão de Hollywood, e que aconteceu nos anos 2000.

Este indivíduo sem nome escolheu Ross para o que parecia um jantar de negócios, apesar de ser em um restaurante CARÍSSIMO, mas o que parecia ser uma grande oportunidade profissional para Heather rapidamente se tornou outra coisa quando o produtor a empurrou contra o assento do carro e segurou-a, tentando beijá-la.

Ross saiu da situação rapidamente e, mais tarde contou à amiga Carrie, que ficou indignada.

Poucas semanas depois, Fisher revelou que teve um encontro com o produtor e decidiu vingar a amiga. Ross contou a história, dizendo:

“Cerca de duas semanas depois, ela me enviou um e-mail dizendo:” Acabei de ver FULANO na Sony Studios. Eu sabia que ele provavelmente estaria lá, então eu fui a seu escritório e entreguei pessoalmente uma caixa da joalheria Tiffany com um lindo laço branco.”

Perguntei o que havia dentro da caixa e Carrie disse: “Era uma língua de vaca com uma nota que dizia:” Se você tocar minha querida Heather ou qualquer outra mulher novamente, a próxima entrega será um pedaço de seu corpo em uma caixa muito, muito menor! ”

Carrie, mais uma vez, provando sua fibra e presença de espírito. Nós sentimos sua falta!

FIGHT LIKE A GENERAL ORGANA!

Abusadores não passarão.

Fonte: Consequence of Sound

 

 


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Gabriela Franco

Jornalista especializada em cultura pop, produtora, cineasta e mãe da Sophia e da Valentina

Criadora do MinasNerds.