Quem foi a primeira mulher a escrever a Mulher-Maravilha?

Quem acompanha o Minas, já deve ter ouvido falar da Trina Robbins e do fato de ela ter sido a primeira mulher a desenhar uma HQ da Mulher-Maravilha, nos anos 80, quando a personagem já tinha mais de 40 anos de existência.
Porém, uma matéria recente do site especializado em quadrinhos, CBR, afirma que a primeira mulher a escrever os roteiros da princesa das amazonas foi Joye Hummel, assistente contratada por Marston para escrever secretamente as histórias, quando ele se encontrava em estágio terminal em sua luta contra um cancer.

Joye Hummel com os Marston

Joye era estudante de psicologia, assim como Olive Byrne, uma das esposas de Marston, e concordou em ser a escritora-fantasma de suas histórias de 1945 a 1947.  A ideia era que os leitores acreditassem que se tratava do próprio Marston escrevendo os roteiros, que posteriormente foram creditados a Dan Thomas e Mindy Newell.

Não fosse a pesquisa de Jairry Bails sobre os pioneiros dos quadrinhos, a DC não teria checado seus arquivos e não saberíamos da existência de Joye, que mudou o nome para Joyce B. Kelly.

Apesar de sua carreira nos quadrinhos ter sido breve, sua importancia é histórica, afinal, ela foi a primeira mulher a escrever uma história de super-heróis, muito antes do que se imaginava. Não só isso, tomar conhecimento da sua existência só reforça a ideia de que, assim como em outras áreas do conhecimento, as mulheres sempre foram convenientemente apagadas e invisibilizadas para que homens levassem créditos por feitos que não realizaram, Já falamos sobre isso aqui e aqui.

A própria Trina Robbins tem se dedicado, ao longo dos últimos 30 anos, para que o mundo conheça as pioneiras dos quadrinhos americanos e, se não fosse seu empenho, muitas deles continuariam no esquecimento, uma vez que elas seguem sendo ignoradas nos livros de histórias das HQ.

Para saber mais:

https://www.lambiek.net/artists/h/hummel_joye.htm


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Dani Marino

Dani Marino é pesquisadora de Quadrinhos, integrante do Observatório de Quadrinhos da ECA/USP e da Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial – ASPAS. Formada em Letras, com habilitação Português/Inglês, atualmente cursa o Mestrado em Comunicação na Escola de Artes e Comunicação da USP. Também colabora com outros sites de cultura pop e quadrinhos como o Iluminerds, Quadro-a-Quadro, entre outros.