[Cineminas] Novas imagens de Capitã Marvel, o segundo trailer de Tomb Raider (ao som de Destiny’s Child!) e outras novidades. O que rolou na semana: 22 a 26 de janeiro

A partir de hoje, começamos a nossa coluna com as notícias sobre cinema! E tivemos muita coisa esta semana:

 

FINALMENTE! Fotos revelam o visual de Brie Larson como Capitã Marvel

 

Pouca coisa tinha sido revelada até então sobre Capitã Marvel, filme estrelado por Brie Larson e com previsão de estreia em março de 2019. Ontem, porém, foram divulgadas fotos da atriz no set de filmagem, vestindo algo que chamou a atenção dos fãs: um uniforme verde e prateado.

 

https://platform.twitter.com/widgets.js

 

Para aqueles que não conhecem a personagem, o uniforme de Carol Danvers apresenta, tradicionalmente, as cores vermelho, amarelo e azul:

 

 

Segundo o site Comic Book Resources, as cores podem fazer alusão às origens Kree da personagem:

“Carol não teve o uniforme desenhado por Jamie Kelvie que a maioria dos fãs espera ver na tela grande até o seu quadrinho solo em 2012, por Kelly Sue DeConnick e Dexter Soy. Na edição inaugural da série, Carol se desfez do seu antigo visual por uma roupa que fazia referência tanto a Mar-Vell, o homem Kree que deu os poderes que agora ela possui, como também à sua formação na Força Aérea.”

É possível, segundo o site, que a heroína apareça primeiro como uma agente dos Kree, daí os tons de verde. Por ora, o que se sabe sobre o enredo do filme é que ele se situará nos anos 1990, tendo como antagonistas os Skrulls (em sua primeira aparição no MCU) e participação de Samuel L. Jackson.

 

I’m a survivor! Sai o segundo trailer de Tomb Raider

 

Toda fã de video games já está mais do que calejada com seus jogos favoritos virando filmes tenebrosos (tirando Mortal Kombat, que é uma das melhores comédias de todos os tempos). MAS os trailers do novo filme da série Tomb Raider estão bem interessantes. Além de se voltarem para a versão de Lara Croft dos jogos mais recentes, com uma visão da personagem que envolve suas habilidades para sobrevivência, a escolha de Alicia Vikander caiu como uma luva nessa nova encarnação da personagem. Aí, pensando em tudo isso, precisamos bater palmas para a pessoa genial que escolheu “Survivor”, do Destiny’s Child, como música do último trailer:

 

 

 

Oscars 2018

 

Esta semana saiu a lista de indicações do Oscar 2018 e tivemos boas surpresas, como a indicação de Logan na categoria Melhor Roteiro Adaptado e A forma da água, de Guillermo del Toro, liderando a lista de nomeações. Foi taḿbém a lista que apresentou maior diversidade: Rachel Morrison (Mudbound) foi a primeira mulher na história do prêmio a ser indicada na categoria Direção de Fotografia; Jordan Peele (Corra), Greta Gerwig (Ladybird) e Guillermo del Toro (A forma da água) receberam indicações de Melhor Direção; a representatividade trans apareceu na indicação do filme chileno Uma mulher fantástica e do documentário Strong Island (este, um longa do diretor trans e negro Yance Ford que narra o que aconteceu com a sua família após seu irmão ser morto por um mecânico branco em 1992).
Vamos ver quantas indicações se converterão em prêmios, mas uma coisa é certa:

 

Hans Zimmer aparentemente fará a trilha de X-Men: Dark Phoenix

Apesar de ter declarado sua aposentadoria das trilhas sonoras de filmes de super-herois em 2016, Hans Zimmer parece estar de volta. Em uma participação no podcast Happy Sad Confused, ator Evan Peters (o Mercúrio da franquia X-Men) contou mais sobre a produção de Dark Phoenix, no qual participa:

“Eu acho que o filme vai ser incrível. […] Hans Zimmer está fazendo a trilha – eu não sei se eu podia dizer isso ou não”

 

E estrearam esta semana…

Maze Runner – A cura mortal
The Post – A guerra secreta (crítica aqui)
Encolhi a professora
Peixonauta – O filme
Sem fôlego
Visages, villages
Artista do desastre


Os artigos aqui publicados são de total responsabilidade de suas autoras e editoras.

Clarissa Monteiro

Ilustradora e pesquisadora de semiótica em quadrinhos. Formada em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da UNESP e mestra em Semiótica pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, atualmente faz doutorado em pesquisa semiótica aplicada a quadrinhos.