BombCrypto; Ainda vale a pena jogar o game NFT

Relativamente já antigo no mercado de games Play-to-earn, o BombCrypto é mais um dos casos de grande sucesso que tiveram um ápice e um declínio muito rápido nessa nova era de jogos NFT.

Com uma mecânica de jogo parecida com o que era o nostálgico Bomberman na década de 90 e 80, BombCrypto permitia que o jogador ganhasse dinheiro montando sua equipe e estourando baús que dão criptomoedas no game.

Com quase 1 milhão de usuários, o game ficou famoso no início de 2022 e conseguiu sua certa relevância no cenário NFT.

No entanto, hoje, o BombCrypto sofre mais do que nunca de um sistema ultrapassado e o “azar” de estar ativo durante o “inverno cripto” que vem acontecendo.

A BCOIN, criptomoeda do jogo, que já chegou a bater os 15 reais no início do ano, hoje, 5 meses depois, chegou a marca de 90 centavos.

Considerando que o foco do game sempre foi o lucro, já que o jogador tinha que investir para ganhar, pode se dar o BombCrypto como morto, já que não gera nem perto do mínimo de renda que gerava anteriormente.

O que contribuiu para isso foi justamente o sistema de jogo que não agradava e principalmente hoje ainda não agrada aos adeptos dos games play-to-earn. Isso porque, para começar a jogar, o BombCrypto exige um investimento inicial consideravelmente alto.

Fazendo assim, com que na época do hype de BombCrypto, o personagem/NFT que era necessário para jogar de fato o jogo, custava 150 reais. Para monetizar necessitava de uma equipe de 3, ou seja, aumentando para 450 reais o investimento “obrigatório” para se ter retorno.

A situação só piorava quando, na época, especialistas no assunto analisaram que eram necessários no mínimo 5 bons personagens para conseguir uma rentabilidade considerada alta. Podendo fazer assim, com que o investimento chegasse na casa dos 50 a 60 mil reais. Isso, contando também as poções de recuperação que eram precisas para fazer o personagem “trabalhar” mais e buffs pagos que visavam a melhora de habilidade dos Bombs.

O futuro do BombCrypto

As expectativas na comunidade quanto a melhora do game ou sequer a volta de ser o que já foi, são bem pessimistas.

As principais criptomoedas do mundo estão em queda, incluindo a gigante Bitcoin, que chegou a números jamais visto antes.

Logo, a perspectiva de melhora de uma cripto como a BCOIN é baixíssima.

A “salvação” do jogo pode estar na sua transformação em um game free-to-earn, que é uma categoria de jogos grátis que envolvem também o sistema de play-to-earn. Esse estilo de jogo vem sendo o que mais rende popularidade no momento de baixa dos criptoativos.

Games como MIR4 por exemplo, apostam tanto quanto na obtenção de lucro, quando na diversão e qualidade de gameplay.

No entanto, essa saída também se mostra difícil para o BombCrypto, já que o jogo acontece de forma automática, sem a exigência de comandos do jogador necessariamente.

Resumindo, segundo especialistas e players da comunidade, BombCrypto não vale mais a pena jogar e está longe de voltar a valer. A aposta fica para o rumo da saga no futuro, e as ideias que a desenvolvedora terá para mante-lo vivo.

CONTINUE LENDO

COMPARTILHE

MAIS LIDOS