Vendas da Sorare aumentam após anúncio de parceria com Mbappé

As vendas da Sorare aumentam na sexta (dia 01). De acordo com dados da CryptoSlam, as negociações dos tokens não fungíveis (NFTs) da empresa aumentaram em 795% na sexta em relação ao dia anterior. Uma causa possível é o anúncio que a Sorare fez na última quarta (dia 29). O craque do futebol francês, Mbappé, se tornou o primeiro embaixador oficial da plataforma francesa.

O anúncio no Twitter da Sorare definiu o jogador do Paris Saint-Germain como seu embaixador, investidor e parceiro de impacto social. Esta é a primeira vez em que Mbappé investe no universo da Web3 por si mesmo. O jogador já foi tema de cards NFTs anteriormente, mas em parcerias do PSG com plataformas. Inclusive, um de seus cards na Sorare foi vendido 65 mil euros em 2020. 

O que é a Sorare?

A empresa é um fantasy game de futebol baseado no blockchain da Ethereum. Em Fantasy games tradicionais, os usuários devem escolher seus jogadores preferidos para montar uma equipe virtual. Dessa forma, eles competem com pessoas do mundo inteiro em campeonatos online. 

A Sorare segue a mesma lógica, mas os jogadores montam suas equipes com NFTs dos seus jogadores adquirindo cards colecionáveis. Os usuários ainda podem negociar os tokens entre si. 

Outros atletas ja apoiam a empresa, como a tenista Serena Williams e o jogador de futebol espanhol Gerard Piqué, além de uma parceria com a Major League Baseball. Por isso, a Sorare também planeja lançar um jogo de beisebol baseado em tokens não fungíveis ainda este ano. 

No ano passado, após anunciar uma arrecadação de US$680 milhões, a startup foi avaliada em US$4,3 bilhões. A empresa criada em 2018 por Nicolas Julia e Adrien Montfort, conta com 245 clubes licenciados, incluindo os brasileiros Atlético Mineiro, Ceará e Corinthians. 

Crise nas vendas dos NFTs e das criptomoedas

Este aumento nas vendas da Sorare é uma luz para o mercado desacelerado dos NFTs e das criptomoedas. Segundo dados da plataforma de monitoramento Dapp Radar, noticiados pela Exame no mês passado, o preço médio dos NFTs negociados na OpenSea, uma das maiores plataformas do setor, caiu em 67%. A Ethereum, blockchain da Sorare, está nesta plataforma. 

A Bitcoin, uma das maiores criptomoedas do mercado, caiu para abaixo de US$ 20 mil, algo que não ocorria desde 2020. 

Até mesmo grandes nomes do setor reconhecem que o momento é difícil, mas ressaltam que isso não significa o fim dos investimentos da Web3. Roham Gharegozlou, o criador da NBA Top Shot, empresa que produz NFTs em parceria com a NBA, falou sobre o assunto em um evento de tecnologia em Toronto. “Jogos, entretenimento, qualquer coisa que acrescente valor real a pessoas reais, é, na minha opinião, completamente a prova de recessões”, afirmou Roham na noite de abertura do Collision.  

Atletas continuam investindo na área

Uma prova de que o mercado, mesmo desacelerado, continua rendendo frutos, é a quantidade de atletas e times que continuam investindo em criptomoedas próprias e coleções de NFTs para os fãs. Alguns nomes recentes que entraram no mercado, além de Mbappé, são o jogador da seleção brasileira, Richarlison, e o craque do futebol português, Cristiano Ronaldo. 

CONTINUE LENDO

COMPARTILHE

MAIS LIDOS